Você é do bem.

Texto: 3 João 1: 11. Amado, não sigas o mal, mas o bem. Quem faz o bem é de Deus; mas quem faz o mal não tem visto a Deus.

Início: De onde vem a idéia de fazer o bem ou o mal. Porque dizem
que uma pessoa é mal caráter ou a outra é do bem ou bom caráter?

É porque temos um norte a seguir,
existe um caminho de moralidade e de bons costumes, e isto vem de uma cura
judaico cristã, que mesmo a pessoa não conhecendo a Jesus, por tradição foi
doutrinada neste padrão. Através da evolução histórica da sociedade humana,
tais valores vieram progressivamente fazendo parte dos ordenamentos jurídicos
das nações. Na atualidade, pode-se observar que os mesmos perduram, se tornando
universais, imutáveis e, como uma bússola, vem contribuindo para o
aprimoramento dos Direitos Humanos, tanto no âmbito interno das nações, como no
plano internacional. A ética cristã se destaca, portanto, como princípio norteador
para o fortalecimento do moderno Estado democrático e humanista de direito. De
tal forma que, sem os mesmos, a humanidade iria correr o risco de retroceder
para a barbárie, tornando a pacificação social e a busca da plena justiça, na
atualidade, um ideal impossível de ser alcançado.

Neste texto o apóstolo João está
dando um conselho, para que imitemos o que é do bem, porque quem faz o bem é de
Deus e não o que é do mal, porque quem é do mal é servo de Satanás, o porque
disto? Porque no meio da congregação surgiu um líder mal que em busca dos seus
interesses egoístas estava cerceando a obra de Deus no meio do povo, porém
existia ali um líder modelo para todo o rebanho, chamado Gaio, do qual João
tinha ouvido da sua fé e lealdade ao Senhor. Não há para um líder, maior
alegria do que ouvir a respeito dos seus liderados testemunhos de fé,
perseverança, coragem, ousadia, enfim ser envolvido pelo fruto do
espírito,então neste caso, não basta ser apenas crente, tem que estar enxarcado
no óleo do espírito,  em fazer a obra de
Deus, assim era Gaio e isto alegrou o coração do velho apóstolo.

GAIO e outros cristãos passavam
por dificuldades. Algumas pessoas estavam espalhando ensinos falsos para
enfraquecer as congregações, e no caso a igreja em Éfeso, para separar os
irmãos. (1 João 2:18, 19; 2 João 7) Uma dessas pessoas era Diótrefes. Ele
espalhava “calúnias” sobre o apóstolo João e outras pessoas. Ele também não era
hospitaleiro com irmãos que passavam pela cidade, e ainda por cima tentava
convencer outros a ser como ele.

Será que por mais que busquemos a
unidade do corpo de Cristo, que é a sua igreja, também não enfrentamos
problemas dessa natureza? Pessoas que têm sede de poder e querem que suas
idéias prevaleçam a qualquer custo no meio do povo? João fala para Gaio
continuar militando o bom combate da fé, porque através das obras a sua fé
estava sendo manifesta. Em TG. 2:17 lemos que a fé sem obras é morta. Então é
isto, demonstramos a nossa fé vertical(Deus), através do sacrifício de Jesus,
para a nossa salvação, através de uma ação horizontal, está é aquela que
demonstramos diante dos homens.

a) o que é o mal: No capítulo 3
do livro do Gênesis, lemos a história do conhecimento do bem e do mal. O bem é
apresentado como obediência a Deus, sendo uma adesão voluntária da criatura, ao
plano de Deus criador. O profeta Miquéias nos lembra as condições do bem,
dizendo: O Senhor já nos mostrou o que é bom, ele já disse o que exige de nós.
O que ele quer é que façamos o que é direito; que nos amemos uns aos outros com
dedicação; que vivamos em humildade obediência ao nosso Deus (6,8). Então
podemos entender que tudo o que é mal, vai contra aquilo que Deus tem para nós,
que é pecado(errar o alvo). Então entendemos que o pecado é o grande mal do
mundo, e entrou através do primeiro homem Adão, e isto passou para todos nós,
fruto da descendência adâmica(Rm. 3: 23.
Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus
), o mal trouxe a
separação do homem com Deus.

b) o que é o bem: o bem é fazer aquilo que agrada a Deus, e o que
agrada a Deus? Ouvir a sua voz e obedecer, e como ouvimos a sua voz? Através da
sua Palavra(Dt. 28: 1. E SERÁ que, se
ouvires a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus
mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as
nações da terra. 2. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão,
quando ouvires a voz do Senhor teu Deus
). Uma das coisas mais importantes
para fazer o bem é fugir do mal? Verdade? Não a bíblia diz em(1 Ts. 5: 22. Abstende-vos de toda a
aparência do mal).
Isto é muito sério, temos que aprender a “Não querer cutucar a onça bom vara curta),
porque isto vai trazer consequências sobre nós. Existe um ditado que diz:
Fazer o bem sem olhar a quem
e poderia até mesmo ser bíblico porque há fundamento nisto, por exemplo foi
isto que o bom samaritano na parábola fez, foi isto que Davi fez com Saul
quando ele foi aliviar o ventre na caverna, foi isto que José fez com seus
irmãos no Egito.

Conclusão: Quando eu e você viemos para Jesus foi por uma boa causa
não foi? Foi porque estávamos cansados de perder, de apanhar, e a nossa alma já
não suportava mais tanta situação constrangedora. Havia um grito dentro de nós,
clamando para que algo bom acontecesse. E o bom foi conhecermos a luz do mundo,
e quando olhamos para o fim do túnel, onde tudo era escuro, vimos uma luz que
começou a brilhar em nossa direção e pouco a pouco fomos impactados por essa
luz(Pv. 4: 18. Mas a vereda dos justos é
como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito).

E o nosso espírito foi
transportadodas trevas para a sua maravilhosa luz(King James Atualizada: Ele nos resgatou do domínio das trevas e nos
transportou para o reino do seu Filho amado)
, para que através desta
metamorfose, (mudança completa de forma, natureza ou estrutura; transformação,
transmutação.

É uma mudança relativamente rápida e intensa de forma, estrutura e hábitos que ocorre durante o ciclo de vida de certos animais [A transformação da lagarta em borboleta é um exemplo].

espiritual, passássemos a andar
em novidade de vida, amando aquilo que Deus ama e fazendo a sua vontade aqui
nesta terra. Amém.




Inspiração

Texto: II Timóteo – 1:5-7– Lembro-me de sua fé sincera, como era a de sua avó, Lóide, e de sua mãe, Eunice, e sei que em você essa mesma fé continua firme.6- Por isso quero lembrá-lo de avivar a chama do dom que Deus lhe deu quando impus minhas mãos sobre você.7- Pois Deus não nos deu um Espírito de covardia, mas sim de poder, amor e moderação.

Início: Nos tempos ao qual estamos vivendo, tem se tornado cada dia mais difícil ser cristãos. Os valores do homem e da mulher tem se perdido e ninguém mais quer ter dificuldade. Talvez você já tenha pensado: “quem me dera ser como Paulo, inspirador como ele” ou “ter a fé e sabedoria de Paulo”, mas você já pensou no “caminhar de Paulo” ou nas “lutas de Paulo”? As pessoas vivem reclamando pela atual situação e se esquecem que foram escolhidas por Deus para serem referencial, inspiração para aqueles que nos cercam.

E foi isso que o Apóstolo Paulo estava querendo para seu amado e estimado filho Timóteo. Veja, Timóteo, um jovem líder da Igreja de Éfeso, cidade muito rica culturalmente, mas decadente espiritualmente, estava inundada em suas práticas pecaminosas, influenciada principalmente pela deusa da fertilidade, deusa Diana. A Igreja já está estabelecida, mas a fé dessa Igreja e inclusive de Timóteo estava se esmorecendo. Paulo alerta Timóteo sobre falsos líderes, mestres tentando enraizar falsos ensinos deturpando o verdadeiro evangelho de Cristo, e Paulo no intuito de tornar Timóteo um referencial do reino, um modelo de avivamento, escreve a carta para o seu discípulo o motivando e animando na caminhada cristã. Por isso Paulo nos deixa 3 conselhos para não esmorecer a chama do Espírito:

1º) Vs. 5 – Fé sincera – “Lembro-me de sua fé sincera”

E a palavra Sincera vem lá da Roma Antiga, lembro que o Apóstolo já disse uma vez isso aqui e vou relembrar. Lá na Roma antiga, os romanos fabricavam vasos e esculturas que, por algumas vezes, trincavam ou rachavam. Para esconder essas imperfeições, eles colocavam uma cera. Os comerciantes então para diferenciar uma obra perfeita de outra que havia imperfeições, colocavam uma placa na frente escrito: “Sin cera”, que veio até nós como sincera. Por isso quando dizemos que uma pessoa é sincera queremos dizer que é uma pessoa verdadeira, uma pessoa que não fica escondendo seus erros.

Paulo vem e diz para Timóteo: “lembro-me da sua fé sincera”… uma fé sem mancha, a fé que reconhece o estado atual, os erros… ser uma pessoa igual em todos os lugares, ser cristão aqui e em todos os lugares, e sabe que o problema esta no passar do tempo, porque com o passar do tempo nós vamos adquirindo uma “maturidade”, nós ganhamos um cargo na igreja, assumimos um compromisso e começamos a achar que sabemos alguma coisa, e essa falsa maturidade nos faz querer mascarar alguns pecados, nos faz colocar um ponto de interrogação onde havia um ponto final e nós começamos a nos encher de cera. Paulo alerta Timóteo para não parar a sua busca e seu estudo na palavra para não tropeçar em pedra alguma.

2º) Reavivados na fé – “Por isso quero lembrá-lo de avivar a chama do dom que Deus lhe deu”

Queridos a palavra “Avivar” no grego significa “manter vivo”. Ou seja, manter vivo a chama do dom. você quer manter vivo a chama dentro de você: Tenha um coração sincero. Na caminhada cristã, nossa fé tende a oscilar diante das lutas. Com nosso espírito nós queremos fazer o que é certo mas a carne algumas vezes sobre se sobressai.

1 Timóteo 1:5-7 – “Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração Sincero, e de uma boa consciência, e de uma fé Sincera. Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas; Querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam.

Paulo alerta sobre homens que viriam com palavras difíceis, com ensinamentos complicados ao qual iria apenas confundir as pessoas. E Paulo diz a Timóteo: Meu filho, ame a Deus com um coração sincero, faça o seu melhor… Paulo aqui está enfatizando a simplicidade do evangelho! Lembra quando você não sabia tanto a Bíblia e mesmo assim fazia tantas coisas? Temos que buscar a sabedoria de Deus nos evangelhos com diligência mas nunca se esquecendo de manter um coração sincero, puro, em conformidade ao preceitos de Deus, amando ao próximo e sendo canal de benção.

3º) Não tenha medo – “Pois Deus não nos deu um Espírito de covardia, mas sim de poder, amor e moderação”

Quando você olha um homem ou uma mulher fazendo coisas extraordinárias, você não fica inspirado? Vemos algumas pregações e palestras, de pessoas que impactam com sua mensagem e ficamos muito inspirados. Temos que ter o entendimento por traz de histórias inspiradoras existe medo e superação de medo. Quem foi o Apóstolo Pedro? Um homem iletrado, que negou Jesus por 3 vezes com medo, mas que a partir da hora que tomou consciência de quem ele era em Cristo e deixou o Espírito Santo moldá-lo, converteu muitas almas.

Conclusão: Quem é você hoje? Cristo já venceu todos os percalços, você é um vencedor! Então o que está te impedindo de vencer o teu medo? No trabalho, na tua empresa, e principalmente, de exercer aquilo pelo qual você foi chamado! Deus não te deu um Espírito de covardia, mas sim de poder, amor e moderação. Ele diz a Josué e diz a você: “Vai nessa força, não tenha medo, pois eu o seu Deus estou com você. Eu não te desamparo!Amém.

Autor: Welington Correia




O Evangelho Fake News

Texto: 2 Coríntios 4: 3. Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, é naqueles que se perdem que está encoberto

Início: Estamos adentrando ao Projeto Casas de Paz, onde estamos indo de dois em dois, assim como Jesus de, e o Reino de Deus foi manifestado, já temos ouvido o som do avivamento acontecendo em muitas vidas, não somente naqueles que estão recebendo, a bíblia diz: De graça recebei, de graça dai, então aqueles que estão dando, estão enviados, também estão recebendo uma nova porção, generosa, sacudida da parte do Senhor, porque a Unção de Deus é manifestada a todos, de uma forma liberal e sem medida.

Há uma controvérsia se um cristão, ou seja, aquele que já teve uma experiência com Cristo, perde ou não perde a salvação?

1- Crente perde a salvação: Na palavra de Deus não há meio termo, o crente não perde a salvação, porque aquele que já foi convencido pelo Espírito Santo e convertido dos seus maus caminhos, nunca irá abandonar a sua fé, mesmo passando por dificuldades e problemas, a cada dia se firmaram mais e mais no Senhor(Hb. 6:4-5 – Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo,5 – E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro). E então devemos nos achegar confiadamente a Ele a cada dia para buscarmos refúgio e segurança debaixo das suas asas, assim como uma galinha faz com seus pintinhos, Ele também fará conosco.

2- o perígo do engano: a bíblia diz que enganoso é o nosso coração quem o conhecerá? Aquilo que para cada um de nós é algo certo e tranquilo, não necessariamente poderá ser assim, se as motivações do nosso coração estiverem erradas. Mais Deus conhece o nosso coração e devemos se inclinar a Ele e a sua palavra para não corrermos o risco de sermos pegos em nossas falsidades interiores o que nos traria tanta consequência maligna. O engano é uma deturpação da realidade, ou seja, uma miopia daquilo que eu estou vendo, e por mais que ninguém note, eu decidi que aquilo é real. Eu não iria falar mais, ontem a apóstola dirigindo de S.Paulo prá em dado momento, viu algo na estrada que não era real, ela viu uma imagem de um boneco, e quando ela foi dizer que aquilo parecia gente, o boneco se mexeu, e não era que era um homem? De verdade, ao vivo e a cores?

3-A verdade é uma decisão: satanás tem procurado nos tirar do propósito a todo momento. A Bíblia diz: Conhecereis a verdade e ela vai te libertar, libertar do que? Da miopia espiritual que acomete a tua vida, onde até então, você era o reizinho que dominava e conduzia ela como queria, mais que no engano te levaria a destruiçào e ao caminho de morte(Pv. 16: 25. Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz à morte). Na realidade você achava que estava dominando a tua vida, mas quem dominava era satanás com seus ardís e engano. Ele é o pai da mentira e nele não nada de verdade, mas milhares de milhares o seguem e acham que a verdade está nele(Jo.18:37-38 – Disse-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.38 – Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade? E, dizendo isto, tornou a ir ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum).

Jesus é o caminho e a vida, mais também é a verdade, e quando o encontramos, toda a mentira que Satanás jogou contra as nossas vidas, tem que cair por terra, custe o que custar.

Conclusão: Fazer a mudança, a metanóia, a conversão, é uma atitude digna dos filhos de Deus e é isto que Deus, através de Jesus espera de cada um de nós. Quando Jesus decidiu ir até a casa de Zaqueu e pousar lá, ficar lá, todo o argumento daquele homem caiu por terra, e houve conversão, porque ele não era digno, ele tinha durante muitos anos ido atrás de tantas verdade, que não lhe supriram em seus anseios, mais agora ele de fato tinha conhecido a “VERDADE” e a verdade o tinha libertado. Decida pelo evangelho que é o poder de Deus para todo aquele que crê, jogue fora todo o argumento, toda justificativa, todo convencimento, para que o Espírito Santo, nosso fiel companheiro, aquele que nos auxilia em nossas fraquezas possa realizar a sua obra em cada um de nôs. Bem vindo ao melhor tempo da sua vida. Vem vindo a mudança de direção, vem vindo a um novo e vivo caminho. Vem vindo a Yeshua. Amém.




O verdadeiro voluntariado

Segundo definição das Nações Unidas, “voluntário é o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos…”

Em estudo realizado na Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança, definiu-se o voluntário como ator social e agente de transformação, que presta serviços não remunerados em benefício da comunidade; doando seu tempo e conhecimentos, realiza um trabalho gerado pela energia de seu impulso solidário, atendendo tanto às necessidades do próximo ou aos imperativos de uma causa, como às suas próprias motivações pessoais, sejam estas de caráter religioso, cultural, filosófico, político, emocional.

Texto: Lucas 10:27-37 – E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo.28 – E disse-lhe: Respondeste bem; faze isso, e viverás.29 – Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo?30 – E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.31 – E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo.32 – E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo.33 – Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão;34 – E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele;35 – E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar.36 – Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?37 – E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira.

O QUE É MEU É MEU; O QUE É TEU DEVE SER MEU TAMBÉM

Esse tipo de mentalidade olha para o próximo com a intenção de tirar vantagem dele. Está certo que poucos de nós chegaríamos ao ponto de assaltar alguém, mas quanto vezes não nos aproximamos de alguém para conseguir alguma coisa para nós mesmos? Quantas vezes não cobiçamos aquilo que é do outros, sentindo inveja de seu sucesso, de sua casa, de sua família?

O pensamento do levita e do sacerdote pode ser expresso da seguinte forma:

O QUE É MEU É MEU; O QUE É SEU É SEU

O levita e o sacerdote representam as pessoas religiosas, que conhecem a lei de Deus detalhadamente, mas não entendem o real sentido dela. Ele apenas viram o perigo de se expor e serem assaltados também, por isso, preferiram passar ao largo, cuidar de sua própria vida.

Muitas vezes nos esquivamos daqueles que precisam de ajuda porque não queremos tocá-los. Não achamos que vale a pena gastar nosso tempo, energia, disposição. No fundo, não queremos nos envolver porque pensamos “cada um por si, Deus por todos”.

Mas se vocês amam apenas o que vos amam que recompensa terão? (Mt 5:46)

O QUE É SEU É SEU, MAS O QUE É MEU PODE SER SEU TAMBÉM

O bom samaritano enxergou o outro como parte de si. Ele entendeu o verdadeiro sentido do reino de Deus e decidiu fazer a diferença, não se contentando em fazer como a maioria faz.

Muitas vezes podemos confundir “amor” com “gosto”.

Gostar é ter prazer em alguém, curtir sua companhia, admirar alguma qualidade. As pessoas que gostamos são nossos amigos, nosso cônjuge, nossos filhos. Mas Jesus nos mostrou e também nos deixou o exemplo de que o verdadeiro amor vai além disto tudo, e conforme I Co. 13(I Co.13:13- Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor). Vai muito além do apenas gostar, amar é se entregar por vidas, sem discriminar quem quer que seja.

O Ap. Paulo deixou a recomendação para todos nós: Rm.12:16-18- (Sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios em vós mesmos;17 – A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens.18 – Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens). Quantas vezes não simpatizamos com a “cara do fulano” ou nos sentimos irritados com determinadas pessoas, mas não precisamos nos achar condenados por isso, o importante de tudo isto é que o Amor deve ser cultivado em nossas vidas. O fato de não gostarmos de alguém não nos impede de amá-la, apenas torna o processo um pouco mais difícil.

Quem é o meu próximo? Aquele que usou de misericórdia para com ele (Lc. 10:37)

Na história contada por Jesus apenas um homem se fez próximo. E se fez próximo não só porque viu aquele que necessitava de sua ajuda, mas porque agiu, deixando o verdadeiro amor fluir de dentro de sí e se traduzir em amor ao próximo, então ele decidiu transformar a realidade em que vivia, na qual os religiosos que falavam tanto sobre a Lei e a Palavra, não fizeram nada, mas ele interferiu e transformou a sua realidade, enfaixando as suas feridas e o colocando em cima da sua cavalgadura.

Quantas vezes nos cultos costumamos ouvir muitas vezes “vire para seu irmão ao lado e diga que o ama”. Bem, é verdade que podemos profetizar isso por fé, mas é importante que sempre tenhamos bem claro em nossa mente: não é possível amar sem se tornar próximo. E não é possível se tornar próximo sem conhecer e agir em favor do outro e nisto representa o nosso amor a Deus.

I João 4:7-9- Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.8 – Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.9 – Nisto se manifesta o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos.

I João 4:20- Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?

Conclusão: O bom samaritano se comprometeu com aquele homem que estava precisando de ajuda, viu a sua necessidade e não se conteve no amor que nutria em seu coração, arriscou a sua própria vida para ajudar aquele homem(que ele nem conhecia), derramou óleo e vinho em suas feridas(Você só conseguirá dar daquilo que você tem), colocou o homem em sua montaria e levou até a estalagem(hospital) ou igreja, deixou um dinheiro ali e ainda recomendou que se houvesse mais despesas, no retorno dele pagaria tudo que era devido.  

Aplicações: “A pior coisa que pode acontecer a um ser humano é ele se enclausurar dentro do próprio Ego. É viver alheio ao sofrimento do próximo. É viver apenas para sua própria satisfação, inchando a cada dia o seu próprio Ego.”. O voluntariado faz parte do caráter do cristão, quando a multidão seguiu Jesus ao outro lado do mar da Galiléia e o dia declinava, os discípulos queriam que Jesus despedisse eles o mais rápido possível, mas Jesus amando a cada um disse: “Dai-lhes de comer” e através da vida de um menino que abriu suas mãos para oferecer aquilo que ele tinha; 5 pães de 2 peixinhos, o milagre aconteceu através da vida de Jesus. Saia desse comodismo espiritual, você não é um “Urso” que necessita de um período de hibernação, onde nada acontece.

Hibernação dos Ursos: Para enfrentar o frio e a escassez de alimentos do inverno do hemisfério norte, eles tiram o time de campo, passando um tempo sem beber, comer, urinar e defecar. No caso dos ursos-negros, esse período varia entre cinco e sete meses por ano. Este período dura de 6 a 7 meses no ano, durante o inverno. A hibernação para os ursos é importante para a sua sobrevivência não prá nós que somos remidos e lavados pelo sangue de Jesus. Você é um Leão da família do Leão da tribo de Judá, e como representante do seu reino aqui na terra, vai fazer a diferença, amando vidas e se entregando por elas todos os dias, para que o reino de YESHUA seja manifestado na vida de milhares de milhares. Amém.




O batismo do Eunuco

TEXTO: Atos 8: 26/40-  Mas um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Levanta-te, e vai em direção do sul pelo caminho que desce de Jerusalém a Gaza, o qual está deserto. 27. E levantou-se e foi; e eis que um etíope, eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros e tinha ido a Jerusalém para adorar, 28. regressava e, sentado no seu carro, lia o profeta Isaías. 29. Disse o Espírito a Filipe: Chega-te e ajunta-te a esse carro. 30. E correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías, e disse: Entendes, porventura, o que estás lendo? 31. Ele respondeu: Pois como poderei entender, se alguém não me ensinar? e rogou a Filipe que subisse e com ele se sentasse. 32. Ora, a passagem da Escritura que estava lendo era esta: Foi levado como a ovelha ao matadouro, e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, assim ele não abre a sua boca. 33. Na sua humilhação foi tirado o seu julgamento; quem contará a sua geração? porque a sua vida é tirada da terra. 34. Respondendo o eunuco a Filipe, disse: Rogo-te, de quem diz isto o profeta? de si mesmo, ou de algum outro? 35. Então Filipe tomou a palavra e, começando por esta escritura, anunciou-lhe a Jesus. 36. E indo eles caminhando, chegaram a um lugar onde havia água, e disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que eu seja batizado? 37. [E disse Filipe: é lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.] 38. Mandou parar o carro, e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e Filipe o batizou. 39. Quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, e não o viu mais o eunuco, que jubiloso seguia o seu caminho. 40. Mas Filipe achou-se em Azoto e, indo passando, evangelizava todas as cidades, até que chegou a Cesaréia.

INÍCIO: Neste texto de Atos encontramos um relato espetacular da atuação do Espírito Santo na vida de pessoas. Em primeiro lugar vemos a obediência e a entrega de Filipe, que não era um dos apóstolos, mais era um diácono a serviço do Reino de Deus, saindo de Samaria onde estava sendo usado por Deus para obras milagrosas e vai numa estrada deserta, pregar o evangelho a um eunuco, que tinha vindo da Etiópia a Jerusalém para adorar ao Deus de Israel e agora estava retornando para o seu país. Este homem era um alto funcionário de um reino, mais não entendia nada do Reino dos Céus, por isto precisava da ajuda de Filipe, para que lhe pregasse o evangelho. No Evangelho de Mateus 19:12, Jesus menciona três classes de eunucos:

a) Os que já nascem eunucos: esse primeiro grupo refere-se aqueles que são eunucos devido a alguma deficiência congênita.

b) Os eunucos feitos por mãos humanas: esses são os que foram fisicamente castrados (2Rs 20:18; Et 2:14).

c) E os eunucos espirituais: nesse terceiro grupo a palavra “eunuco” é utilizada no sentido figurado, e refere-se a todo aquele que, voluntariamente, desistiu da aspiração de se casar e constituir uma família, para poder se dedicar exclusivamente aos interesses do reino do céu e cumprir a vontade de Deus aqui nesta terra, o que o apóstolo Paulo elogia e fala que é uma boa atitude.

O que é eunuco?

Como pudemos ver na explicação acima, existem sentidos diferentes em que a mesma palavra pode ser aplicada. Na Bíblia às vezes é bem difícil determinar em que sentido a palavra eunuco está sendo utilizada, ou seja, se apenas está se referindo a um oficial da corte, a alguém castrado, ou a ambos. Nas passagens em que podemos claramente fazer essa distinção, o eunuco normalmente era um oficial designado para os alojamentos das mulheres em uma corte real. Nesse caso, geralmente tratava-se de homens castrados que eram empregados pelos governantes como oficiais da casa. O historiador grego Heródoto, em um de seus escritos, nos informa que nos países orientais os eunucos eram dignos de confiança em todos os sentidos.

O eunuco etíope em Atos dos Apóstolos

O eunuco etíope é um personagem mencionado em Atos dos Apóstolos (8:26-40), a qual se converteu sob o ministério de Filipe, o Evangelista. Ele possuía uma posição de influência na corte da Etiópia, ou seja, era um alto oficial (grego dynastes), tesoureiro real da rainha Candace.

Embora não haja nenhuma referência textual a sua castração, alguns estudiosos acreditam que ele possa ter sido fisicamente um eunuco, o que o colocaria como um “prosélito de portão”, isto é, ele foi a Jerusalém para adorar, mas pode ter sido impedido de participar ativamente dos ritos judaicos por conta da Lei expressa em Deuteronômio 23:1.

O relato bíblico nos informa que, enquanto ele voltava a sua terra, ele lia o livro do Profeta Isaías, conforme sua citação do capítulo 53. Filipe o encontrou no caminho, pregou o Evangelho a ele e, após sua pronta aceitação, Filipe o batizou em um local próximo ao caminho em que estavam. Após o batismo, Filipe foi tomado pelo Espírito do Senhor e o eunuco não o viu mais, porém continuou o seu caminho com grande alegria.

Conclusão: A tradição etíope defende que esse eunuco foi o primeiro evangelista de sua nação, se tornando o fundador do cristianismo na Etiópia, porém não há muitos indícios que comprovem essa afirmação, já que as primeiras evidência de uma igreja etíope ocorrem após o século 3 d.C. o fato é que através da vida de Filipe o Eunuco foi abençoado, abriu o seu coração, recebeu a Jesus em seu coração e foi batizado, porque creu que Jesus era o filho de Deus, o Messias enviado como tinha sido prometido desde o Gênesis. Amém.




Semeando para conquistar

texto: Josué 1.1-9

Recebemos na terça ferramentas e hoje receberemos as sementes.

Introdução – Deus tinha promessa de conquista para o povo de Israel, assim como tem para nós que aceitamos a Jesus como Salvador e Senhor de nossas vidas. 

I. Deus prometeu: 

1. Que onde pisasse a planta do pé seria dado como conquista (v.3). Dentro dos limites definidos por Deus, dependia apenas do avanço do povo. 

2. Sua presença no meio do povo – “…como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desempatarei” (v.5). A garantia de sucesso para o povo era a presença de Deus. Ele estando presente a vitória é certa. 

II. sementes para  a Conquista 

1. Dependência de Deus – Os novos que formavam a nação de Israel passaram parte de suas vidas no deserto, aprendendo a depender de Deus.  Isso me faz lembrar do sacrificio de Isaque feito atraves do seu pai Abraão.Quando o sacrificio chegou ao alto do monte então o cordeiro já estava ali, com isso eu aprendo que quando o meu sacrificio sobe ,então desce a provisão sobre minha a  vida. 

2. Esforço e Ânimo – “ …esforça-te e tem bom ânimo”(v.9). Deus espera o máximo de cada um de seus servos.  Mas as vezes nos declaramos que estamos cheios de “BO” tirando o nosso ânimo, então eu quero te lembrar que crente tem BO sim ou seja Biblia+Oração.

3. Uso da Palavra de Deus como regra de vida “…, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito” (v.8). Não podemos ceder a tentação de fazermos ou deixarmos de fazer, ou mesmo ensinar, sem o respaldo da Palavra de Deus. 

4. Santidade – “Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor maravilhas no meio de vós” (Js 3.5) – Deus quer usar a cada discípulo para conquistar, mas é necessário que estejamos em condições d’Ele usar-nos. O que falamos, pensamos, vemos e fazemos, deve estar agradando a Ele. Santidade tem que ser o meu estilo de vida e não aparencia”não adianta muito verniz e pouca raiz”.

5. Crê no sobrenatural de Deus – Os sacerdotes avançaram no rio Jordão,

crendo na ação sobrenatural de Deus; Os varões de guerra treinados para batalha, creram que dando as voltas necessarias  ao redor da cidade de Jericó, sete trombetas tocadas e gritos bem alto, derrubariam os muros intransponíveis da cidade.  

II Coríntios 9:8. Esta passagem é tremenda. “Deus pode vos fazer abundar em toda graça, afim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, e superabundeis em toda boa obra.

Mas eu tenho que mudar a minha maneira de pensar. Não posso ficar: “Eu não tenho dinheiro, não tenho renda, não tenho, não tenho…” Pare de pensar na insuficiência e comece a pensar no Deus da ampla suficiência. Pare de pensar que você não tem ainda e comece a pensar no que você quer ter. Aquilo que quer ter, terá. Você vai chegar aonde Deus diz que pode chegar. Vai ter aquilo que Deus diz que vai ter. Vai chegar aonde Deus já determinou. Diga: “Glória a Deus”.

Ampla suficiência. Diga: “Eu tenho ampla suficiência”.

Romanos 12:2 “Não vos conformeis com este século, mas transformais-vos pela renovação da vossa mente, para experimenteis qual é a boa, perfeita e agradável vontade de Deus”.

O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos. A maneira como você encara a vida faz toda a diferença. 

Conclusão – Da mesma forma que Deus agiu através de Josué e do povo de Israel, quer agir conosco. As mesmas promessas e as mesmas sementes, Ele tem para igreja, (Mc 16:17; Jo 14.14; At 4.31) assim como as exigências para utilizar a cada um de nós. Ele está aqui. A semente foi semeada, a Palavra foi plantada. Há bons sentimentos, bons pensamentos. Há o poder de Deus aqui neste lugar. Há  a força de Deus aqui neste lugar, um poder se manifestando, e eu creio que, de hoje em diante, muitas pessoas vão mudar, muitas pessoas, a partir de hoje, vão deixar o passado para trás, vão criar expectativas de sucesso, porque aprenderam a desejar.

Você recebeu? Tomou posse? Diga com os seus lábios: “Eu tomo posse. Aquilo que Deus me deu, ninguém toma. Levante a sua mão direita e diga: “Eu tomo posse”. Amém

Autor: Paulo Cesar




Unidade para que o mundo creia

UNIDADE PARA QUE O MUNDO CREIA

Texto: Rm. 15: 5/7: O Deus que concede perseverança e ânimo dê a vocês um espírito de unidade, segundo Cristo Jesus, para que com um só coração e uma só voz vocês glorifiquem ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, aceitem-se uns aos outros, da mesma forma com que Cristo os aceitou, a fim de que vocês glorifiquem a Deus.

Início: Ninguém pode viver isolado e todos precisamos de família, amigos, companheiros. A união é uma bênção de Deus.

Jesus se encarnou para cumprir a sua missão, mas não fez isto sózinho, recrutou doze homens para que em unidade com eles o chamado fosse realizado com excelência.

Eu particular não creio que com tanto tempo juntos não havia informalidade entre eles, com certeza entre uma parábola e outra rolava uma brincadeira, jogavam uma conversinha fora e tudo mais.

Quem aceita Jesus como seu salvador pessoal se une a Deus através de Jesus. Todos que amam a Deus são nossos irmãos e precisamos aprender a viver em união. Somos todos diferentes mas amamos o mesmo Deus e os princípios da Palavra são os mesmos para cada um de nós. Uma igreja unida em Cristo é poderosa, porque Deus vai operar através dela e sua conquista será maravilhosa. A união faz a força.

Jo. 17: 20?23 “Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por aqueles que crerão em mim, por meio da mensagem deles, para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. Dei-lhes a glória que me deste, para que eles sejam um, assim como nós somos um: eu neles e tu em mim. Que eles sejam levados à plena unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como igualmente me amaste”.

Amados isto é um assunto muito sério, Jesus orou em seus últimos dias aqui na terra, não somente por nós e pela nossa unidade, unidade essa que fará com que as pessoas creiam que o Pai enviou a Jesus, mas também por todos que virão a crer através da nossa mensagem, que mensagem é esta? A mensagem que Cristo foi enviado do Pai e que a nossa unidade representa a unidade de Jesus com o Pai, oh glórias.

Então há um princípio poderoso quando se anda em unidade, Jesus Cristo e sua obra redentora será conhecido pelo mundo, quando as pessoas verem a nossa unidade com os nossos irmãos.

Então porque você acha que Satanás odeia a unidade do povo de Deus? Porque ele sabe que através dela muitas pessoas sairão das prisões espirituais e da sua rota solitária e conhecerão a Yeshua como autor e consumador da sua fé, tudo isto porque nos amamos uns aos outros.

Sl. 133: 1/3- Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! É como óleo precioso derramado sobre a cabeça, que desce pela barba, a barba de Arão, até a gola das suas vestes. É como o orvalho do Hermom quando desce sobre os montes de Sião. Ali o Senhor concede a bênção da vida para sempre. 

Se a fé remove montanhas, a união quebra barreiras espirituais e abre o caminho para uma grande conquista. Para que isto aconteça teremos que abrir mãos de muitos paradigmas negativos que em muito tempo vem assolando as nossas mentes e contaminado o nosso coração, se que todo mundo quer o nosso mal, que se agente abaixar a guarda, seremos alvejados facilmente. Isto não existe, encontraremos pessoas más, mas encontraremos também pessoas muito boas que servirão como um bálsamo em nossas vidas e nos ajudarão a cumprirmos o nosso chamado diante de Deus .

Conclusão: Chega de ficar sofrendo angústia e dor, deixe o seu complexo interior, dizendo as vezes que não é ninguém. Eu venho falar do valor que você tem, e este valor somente aumentará se decidirmos andar em unidade. Rm. 15:5/7- “O Deus que concede perseverança e ânimo dê a vocês um espírito de unidade, segundo Cristo Jesus, para que com um só coração e uma só voz vocês glorifiq8uem ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, aceitem-se uns aos outros, da mesma forma com que Cristo os aceitou, a fim de que vocês glorifiquem a Deus”.

Muitas vezes somos questionadores de princípios, achando que uns servem e outros não para as nossas vidas, temos que crer que isto é bom e que vai funcionar e então cooperando para que o Amor de Cristo inunde a vida das pessoas e o Reino de Deus seja conhecido em toda a terra, abreviando assim a vinda de Jesus Cristo. Maranata ora vem Senhor Jesus. amém




O que nos tem contaminado

    
Texto: “O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.” (Mateus 15:11)

Início: Vivemos tão preocupados com o que comemos, o que assistimos e o que bebemos, que nos esquecemos com muita facilidade daquilo que falamos e fazemos. Claro, até mesmo entendo que existe uma junção entre o que somos, com aquilo que temos recebido, mas temos que prestar atenção a isso, o que temos semeado, representa aquilo que daqui a algum tempo estaremos colhendo, e isto ato faz toda a diferença.

Existe sempre grande discussão em relação à dúvida se o cristão pode ou não fazer algumas coisas. Porém vejo muito pouca reflexão e autocrítica em relação ao que falamos, à maneira como tratamos as pessoas e o exemplo que damos como corpo de Cristo. Quantas e quantas vezes não medimos as nossas palavras e temos provocado até mesmo a ira nas pessoas que nos rodeiam, disseminando coisas más, e dizemos que somos crentes e servos do Senhor. Quanta hipocrisia.

Certamente não estou excluindo o cuidado que devemos ter com o que trazemos para dentro de nós, estou apenas lembrando que o cuidado com aquilo que colocamos para fora deve ser sempre levado em consideração.

Eu creio que Jesus estava chamando a atenção de alguém ou pessoas que se importavam apenas com a aparência e não estavam atentos a aquilo que vinha do coração. Se Jesus é o nosso Senhor, todo o nosso procedimento deve ser um exemplo daquilo que Ele fez em nossa vida.

Do que você tem falado com as pessoas? Qual o exemplo que você tem dado? As pessoas que não te conhecem, identificariam você como cristão?

Vemos na história da igreja,vwue foi em Antioquia que o povo de Cristo foi identificado como “Cristão” pela primeira vez, tal era o jeito deles serem parecidos com os de Jesus Cristo

Conclusão: Faça essa reflexão, submeta isso à vontade de Deus e ouça o que Ele diz.

Ainda não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre, e é lançado fora? Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem. Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, fornicação, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. São estas coisas que contaminam o homem; mas comer sem lavar as mãos, isso não contamina o homem.”  

Quando expressamos algo por gesto ou atitude, estamos mostrando aquilo que está dentro de nós e do nosso coração e é isto que os outros vão ver e sentir,cê até mesmo seremos avaliados pelo quanto Deus tem feito a obra Dele em nossas vidas. Amém






Os olhos são a luz do corpo

Texto:  Mateus 6:19-24 – Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;20 – Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.21 – Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.22 – A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz;23 – Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!

Início: Há uns dias atrás assisti um programa na TV em que o repórter estava percorrendo o interior do Camboja e transporte ele usava um carrinho que percorria uma linha de trem desativada. Este carrinho era bem rústico, mas tinha um motorzinho e transportava pessoas, em dado momento no sentido contrário e na mesma linha vinha um outro carrinho que também tinha pessoas sendo transportadas (ainda bem que não era um trem), e quando pararam ficaram um de frente para o outro. Então foram contadas as pessoas que estavam em cima de um carrinho e também o do outro e ai o carrinho que estava com menos pessoas foi desmontado rapidamente e montado logo a frente e ambos continuaram a sua viagem(rs,rs,rs), ainda bem que não era um trem que estava vindo(já pensou?), porque era uma linha desativada.

A bíblia diz que não devemos ajuntar tesouros na terra onde há a cobiça e os ladrões em todo o momento querem roubá-lo e quando decidimos fazer isto estamos indo na contra mão da vontade de Deus e com certeza sofreremos as consequências da nossa desobediência e falta de zelos com as coisas de Deus. Quando agimos desta maneira deixamos de olhar para Jesus e começamos olhar para a nossa capacidade de decidir o que é melhor para a nossa vida(Mt. 6:25 – Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?). Não fomos criados a imagem e semelhança de Deus para sermos independentes e sim para gerarmos em nosso coração uma dependência Dele, por que Ele tem o melhor para nós e o que Ele está fazendo hoje podemos até não entender, mas entenderemos mais tarde.

Um dos sentidos mais importantes do nosso corpo é a visão, e a bíblia diz que ela é a luz do nosso corpo, então precisamos estarmos focados e com a nossa visão sempre em Jesus, que é autor e consumador da nossa fé, vemos isto na vida do Apóstolo Pedro(Mt. 14:22/33) quando Jesus anda sobre as águas e vai ao encontro do barco em que os discípulos estavam. Assustados e em dúvida se era Jesus, Pedro lança uma palavra de fé e na resposta de Jesus ele decide descer do barco e também andar por sobre as águas. Somente Pedro teve esta atitude corajosa e enquanto ele estava olhando para Jesus realmente o milagre aconteceu, mas na medida em que o vento bateu e ele tirou a visão de Jesus começou a afundar e gritou: Senhor salva-me, e Jesus o segurou pela mão e disse: Homem de pequena fé, porque duvidaste?  Misericórdia das nossas vidas, se Pedro que teve fé para também andar por sobre as águas, indo em direção a Jesus, como será que o Senhor avaliaria a nossa fé?

Em outra ocasião quando participavam da Ceia(Jo.13), era de costume lavarem os pés para participarem de uma refeição, pois andavam a pé muitas distâncias, e naquele momento ninguém providenciou isto, e Jesus levantando-se e começou a lavar os pés dos discípulos, mesmo sendo mestre e líder deles. Pedro se ofendeu com aquela atitude, e disse que Jesus não iria lavar os seus pés, mas Jesus repreendeu a Pedro e ai Pedro já queria ser lavado em todo o corpo. Então vemos a instabilidade espiritual na vida de Pedro, onde em um momento sua fé exalava do seu corpo, mas em outro havia a incredulidade latente em sua vida, assim também somos nós quando a nossa visão fica comprometida com as coisas do mundo.

Conclusão:  Pedro teve fé por um momento para andar sobre as águas, mas não teve atitude de servo quando era para servir a Jesus e os outros discípulos. Assim somos nós quando damos vasão a nossa alma e a nossa carne, pois com elas não conseguimos agradar e fazer a vontade de Deus.

Que possamos buscar uma vida no espírito, com a ajuda do Espírito Santo de Deus que nos auxilia em todas as nossas fraquezas. Pedro após a consolidação realizada por Jesus em sua vida, verdadeiramente se converteu e se tornou um grande servo de Jesus Cristo, convertendo milhares de pessoas, que também começaram a enxergar as coisas de Deus e fazer a sua vontade. Amém        




Yeshua é o nosso amado

Texto: Efésios 1:3- Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo.
Início: Hoje quero te chamar atenção sobre a vida espiritual que você tem levado e como isto tem afetado o teu modo viver aqui nesta terra. A bíblia diz em Jo. 10:10 na parte “B” do versículo que Jesus veio para nos dar vida e vida abundante, mas onde está esta vida abundante? Esta vida abundante já está disponível prá mim e para você, mas somente a conquistaremos se andarmos por fé e não por vista. O inimigo tem cegado os olhos dos filhos de Deus para que eles vivam uma vida medíocre, não achando sentido em sua vida espiritual e se palitando apenas por aquilo que é aparente, buscando o ter e se esquecendo que fomos chamados para sermos novas criaturas e o ter é uma consequência deste novo padrão.
a) Bendito seja o nosso Pai: Deus é o nosso Pai e por mais que o nosso referencial de pai não tenha sido tão espetacular assim, aliás pode ser até mesmo uma referencia negativa, Deus quer que entendamos que Ele não é um Pai natural, falho, cheio de defeitos, Ele é um Pai perfeito, afinal Ele é o Pai das luzes, onde não a mudança de atitude ou variação de sentimentos. Ele nos amou de uma maneira tão sublime que entregou o seu único filho, por amor a nós e para nos dar uma nova oportunidade de vida e somente através de Yeshua temos a certeza da Vida Eterna. Para nós que cremos isto deveria ser a maior alegria que já experimentamos, ter Yeshua como aquele que nos sá a certeza da conquista do sobrenatural de Deus.
b) Bençãos espirituais em Cristo: Satanás é o inimigo declarado do povo de Deus e com ele não podemos ter nenhum tipo de conchavo. Ele é o pai da mentira e desde o início ele mente, mas parece que somos engodados por ele e seus agentes, para que a mentira se torne em verdade e a verdade em mentira, nos tirando do foco e nos fazendo esquecer que em Cristo já temos o padrão do céu em nossas vidas e também o direito a todas as bênçãos espirituais que Deus já derramou sobre nós. Temos visto o povo de Deus choramingando pelos cantos com medo do que satanás pode fazer. Devemos renovar a nossa mente com a Palavra do Pai, porque Ele é fiel para cumprir todas as suas promessas, não deixando que nenhuma delas fique sem efeito.
Conclusão: Um dia eu ví um ditado “Não diga ao seu Deus o tamanho dos seus problemas, mas diga aos seus problemas o tamanho do seu Deus”, e isto é uma grande verdade. Yeshua na cruz do calvário conquistou tudo aquilo que o inimigo tinha roubado de nós, através da desobediência e do pecado e agora através Dele temos direito a uma grande conquista e comer o melhor desta terra. Se formos fiéis no pouco, Ele nos colocará sobre o muito e o poder do Pai será aperfeiçoado em nossas vidas. A fidelidade faz parte do caráter de um povo curado, sem traumas, sem mimimi, sem resquícios da velha vida, pois agora a vida de Yeshua está em nós e o sangue Dele nos purifica de todo o pecado, então vamos levar a vida que Ele tem prá cada um de nós e sermos testemunhas do Reino de Deus aqui nesta terra. Amém.