O que tem acontecido em nossos dias

image_pdfimage_print

Texto: II Timóteo 3:1-5: SABE, porém, isto: que nos ÚLTIMOS DIAS sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

Início: Assim como Jesus em seu ministério terreno sempre procurou deixar claro aos discípulos o tipo de situações que eles, os doze e também nós enfrentariam em suas chamadas, principalmente após a sua morte, ressurreição e ascensão aos céus, o apóstolo Paulo ensinando e discipulando o seu fiel escudeiro Timóteo, foi ao ponto central da questão, até mesmo para que Timóteo soubesse com clareza o tipo de missão que ele estaria enfrentando e que tudo dependeria da substancia espiritual que também ele estava recebendo, e que o faria suportar todas as adversidades.

Eu creio que assim como Paulo, Timóteo e outros servos e servas de Deus viveram tempo difíceis, nós também nos dias de hoje temos visto uma orquestração maligna como em nenhum outro tempo, e isto temos que entender é bíblico e não é por acaso. Está chegando de uma forma mais e mais concreta a volta de Jesus para buscar a sua igreja e precisamos estar atentos a isto, pois o texto fala que nos “últimos dias haveriam homens maus que teriam qualidades malignas”, mas que num primeiro momento com uma aparência de bondade, isto quer dizer que se não tivermos centrados em Deus e na obra do Espírito Santo, seremos enganados por essas pessoas e seremos vitimas das suas más ações.

Estou ciente que enfrentamos situações tão difíceis como em nenhum outro tempo da história, mais isto é para nos fortalecermos ainda mais no Senhor e na força do seu poder e lutarmos contra essa doutrinação diabólica de uma sociedade que jás no maligno.  O cristão é cidadão do céu (Fl.3:20) mas vive no mundo, um território hostil governado pelo “deus deste século”, o diabo (Jo. 17:14-18; 2 Co. 4:3-4). Timóteo teria que lidar com homens que rejeitaram a verdade de Deus para seguirem os desejos deste mundo. Paulo faz uma lista de seus atributos, destacando seu egoísmo e seu “amor” as coisas do mundo, para tudo aquilo que é contra a vontade de Deus (3:2-4).

Já na Velha Aliança, no livro de Deuteronômio Deus orienta o seu povo através do seu líder Moisés, para que esse povo doutrinasse os seus filhos na “Lei do Senhor” para que esses filhos crescessem obedecendo e praticando essa Lei que refrigera a nossa alma(Sl. 19:7-8- A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices.8 – Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro, e ilumina os olhos). Então não podemos temer aquilo que nos possa fazer o homem, porém precisamos estar atentos a tudo que tem acontecido nesssa sociedade corrupta e incrédula, para que não venha nos enganar em nenhum momento.

Conclusão: Mais importante ainda do que o bom exemplo de Paulo, Timóteo teve à sua disposição a coisa mais útil na luta contra a corrupção dos homens. Mesmo antes de conhecer o apóstolo, Timóteo havia aprendido a confiar nas “sagradas letras” de Deus (II Tm. 3:14-15). A palavra inspirada do Senhor foi feita justamente para preparar os seus servos. Instruindo e corrigindo, ela dá ao homem tudo que ele precisa para fazer “toda boa obra” de Deus (II Tm. 3:16-17). O servo fiel, inteirado e confiante na palavra do Senhor, terá toda a preparação necessária para lidar com qualquer dificuldade deste mundo. Amém