Água do céu

image_pdfimage_print

Texto: Dt 11:10,14

Porque a terra para onde vais, para possuí-la, não é como a terra do Egito, de onde saíste, onde semeavas a tua semente, e a regavas com teus pés, como um jardim de ervas (horta); mas a terra para onde vais, para possuí-la, é uma terra de colinas e vales, e bebe a água da chuva dos céus; uma terra de que o Senhor teu Deus cuida; os olhos do Senhor teu Deus estão sempre sobre ela, desde o começo do ano até o fim do ano.
E acontecerá que, se ouvirdes diligentemente os meus mandamentos, que os ordeno hoje, que ameis ao Senhor vosso Deus, e que o sirvais com todo o vosso coração e com toda a vossa alma, que vos darei a chuva da vossa terra, na sua devida estação, na primeira chuva ( outono ) e na última chuva ( primavera ), para que possas colher, o teu grão, e o teu vinho , e o teu azeite.

Porque a terra para onde vais, para possuí-la, não é como a terra do Egito, de onde saíste, onde semeavas a tua semente, e a regavas com teus pés, como um jardim de ervas.
Sair do deserto ( Egito ) e entrar em outro deserto (Israel), qual a diferença?
A diferença é que as mãos de Deus estão lá, a vontade de Deus está lá, as asas de Deus estão sobre ela e principalmente , os olhos de Deus estão sobre ela do começo ao fim do ano.
Quando fala do começo ao fim do ano diz respeito ao tempo todo, em todo tempo que serão derramadas as bênçãos para aqueles que obedecerem, que estiverem no lugar onde Deus determinar como lugar de vitória.
Não importa o que os olhos dizem mas o que o Espírito diz.
Não será derramado nada em terra alguma se não houver vida para receber, se não houver povo para povoar, se não houver mãos para desfrutar.
Quando você disser a Deus que construa uma ponte sobre um abismo para que possa atravessar, Ele dirá para você atravessar para que Ele construa a ponte. É tudo uma questão de fé, de coragem e de obediência.
Podemos dizer que a terra onde o povo de Deus estava prestes a tomar posse já era uma terra que havia fartura, o leite, o mel, a água, mas ainda não havia o povo de Deus para desfrutá-la.
Para esse povo que decidiu possuí-la havia a chuva que viria dos céus.
Mas a terra para onde vais, para possuí-la, é uma terra de colinas e vales, e bebe a água da chuva dos céus.
Podemos dizer também que essa terra é a terra de onde virá o salvador,  é a  de onde verterá a água da vida, é a terra de onde virá o verdadeiro entendimento de salvação.
Deus quer derramar tanto ao seu povo que o coloca em uma terra receptiva, ou seja, uma terra que BEBE  a água da chuva dos céus.
O ato de beber significa desejo de ser saciado, vontade.
Antes éramos como a terra do Egito: terra impermeável e hoje nos tornamos a terra que recebe e se deixa molhar por completo para uma perfeita e plena transformação espiritual.
Devemos abrir aqui um parênteses para a palavra “céus”. O apóstolo Paulo diz em 2 Coríntios 12:2  oseguinte:Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo não seise fora do corpo não sei; Deus o sabe) foi arrebatado até o terceiro céu.
Não é apenas do céu que conhecemos, que podemos ver que virá a água, mas dos CÉUS. Virá agua do primeiro céu ( o firmamento Gn 1:7,8 ), do segundo céu ( as regiões celestes Ef 6:10,12 ) e o terceiro céu, o céu dos céus (o paraíso, 2 Cor 12: 1,4).
Virá muita água sobre o povo de Deus, sobre o povo que entrar na terra escolhida  e preparada por Deus, sobre o povo que souber desfrutar e desejar beber e beber das fontes inesgotáveis! Aquele que ama a Deus, o ouve e o serve com toda a sua alma, com todo seu entendimento, em espírito e em verdade, experimentará de alegrias sem medida pois o medo que antes o assombrava dará lugar à certeza da presença incontestável do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
As chuvas nunca mais virão atrasadas mas em tempo certo, nas estações certas para que haja a colheita do grão, do vinho e do azeite, do trabalho da saúde e da paz!

Pr Luiz