O cristão assumindo o seu papel

image_pdfimage_print

Texto: Mt. 5:13-14 – Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.14 – Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;

Início: No mês de Junho, tanto de forma presencial como de forma On Line nós ouvimos palavras poderosas para os nossos corações, em 7 de junho “A tua visão determina onde você vai chegar, 14 foi dupla honta “Quem é Jesus prá você e Como será o final de tudo?, 21.06 “Você está procurando um colega ou um amigo?, 29.06 “Danos colateral” a qual nos atentou para os processos de Deus em nossas vidas, e sempre as escolhas serão nossas, ou seja, Deus nos dá o caminho Dele, porém a escolha sempre será nossa. E hoje veremos duas características do filho de Deus, e dentro do conjunto da obra, da Bíblia, são as que talvez mais ouvimos, e que também não prestamos atenção sobre elas.

Entenda o seguinte, quando Deus nos transportou das trevas para o reino da sua maravilhosa luz(Cl.1:13- O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor), fomos mudados em nossa essência, através da vontade de Deus, pelo sacrifício de Jesus Cristo e pelo convencimento do Espírito Santo, e isto foi uma ação sobrenatural, entenda o seguinte: o céu de uma forma uníssona conspirou ao teu favor e você, foi tirado, arrancado, expurgado de um reino maldito e de uma morte, para uma vida abundante ao lado do Senhor, Ele veio para nos dar isto.

Jesus nesta passagem não diz que seremos o sal da terra e luz do mundo, e sim que somos isto, então precisamos entender que como fruto de uma nova criação, de uma nova natureza absorvemos o caráter de Cristo em nossas vidas e então Jesus nos dá exemplo destas características, para algo natural, e de um fácil entendimento para cada um de nós. Então vamos a elas:

  1. Sal da terra: Sabemos que o sal possui muitas características. Mas certamente ao dizer “vós sois o sal da terra” Jesus explora suas duas principais características. São elas: sabor e antisséptico. Uma das funções mais importantes do sal nos dias de Jesus era justamente o poder de preservar os alimentos. O sal era a melhor solução para impedir a deterioração dos alimentos. Além disso, ele também servia como tempero. Lembre que na época de Jesus não havia freezer, geladeira, ou qualquer outras comudidades de nossa vida moderna. Assim como o sal que possui a função de preservação, os cristãos verdadeiros devem estar constantemente combatendo as ações malignas no mundo, a corrupção, a imoralidade, os maus costumes, moral e espiritual da sociedade. De certa maneira o sal age secretamente, pois não podemos ver como sua ação de preservação age especificamente. Na maioria das vezes também não podemos distinguir pelo olhar um alimento que foi temperado com sal, mais na prática, somos capaz de senti-lo. Então podemos entender que é somente na prática, ou seja, quando provamos o alimento; a carne, o arroz, o macarrão, a lazanha, se foi temperada com sal ou não. Assim também é a igreja do Senhor Jesus, lembrando, que a igreja somos nós, eu e você, se não servimos para temperar de uma forma boa, uma sociedade que há muito tempo perdeu o seu tempero, trilhando caminhos malignos e do mal, não estaremos cumprindo o nosso propósito, e as características de Jesus não esteve, está e estará em nossas vidas. Não digo que não temos feito, mais eu digo que poderíamos estar fazendo muito mais do que temos feito, e talvez você que está me acompanhando possa dizer: Eu tenho feito, e eu te digo Glória a Deus pela tua vida meu irmão, e você que tem salgado pouco? E você que o teu sal tem sido até mesmo insípido? Sem sabor algum, não tem feito diferença em tua geografia? Aliás tem servido de pedra de tropeço para muito, com o teu mal testemunho? Se arrependa e volte aos caminhos do Senhor, ou talvez, encontre o caminho do Senhor, por que você está no engano e nunca trilhou este caminho.
  2. Luz do Mundo: Jesus disse em Jo. 14:6 que Ele era o caminho, a verdade e a vida, mais além de dizer que Ele era o caminho, Ele também disse que Ele era a Luz para este caminho. Como a luz é importante, sem ela não podemos chegar a lugar nenhum. Esta semana tivemos uma clara demonstração de como a luz é importante em nossas vidas; o ciclone bomba que atingiu o sul do Brasil, provocou queda de energia em diversas regiões, inclusive aqui em Curitiba e muito de nós fomos afetados, inclusive a residência apostólica. Ficamos quase 24 horas sem energia em casa, quase sem poder sair, tomar banho, cozinhar, etc. Jesus não apenas diz aos crentes “vós sois a luz do mundo”. Ele também diz que a luz que eles receberam deve brilhar diante dos homens. Isso é inevitável na vida do verdadeiro cristão, da mesma forma com que é inevitável que uma cidade construída sobre uma colina seja visível a todos. Além disso, Jesus também diz que não faz sentido alguém ascender uma lâmpada e deixá-la escondida (Mateus 5:14,15). Ei preste atenção, como tem sido a tua luz? Você já recebeu a Luz do evangelho em tua vida e agora o que tem feito com ela? Tem escondido ela dos homens, para que ninguém veja esta luz que deve bilhar em tua vida? Você não foi chamado prá isto não, você foi chamado para estar com a tua luz, na porta do inferno, impedindo a muito de entrar nele e encontrarem enfim o caminho da verdade, Yeshua Hamachia.

Conclusão: Que a tua luz possa brilhar em muitas vidas, que a minha luz possa brilhar em muitos corações. Deixe a luz de Jesus, que esta em você, também brilhar em teus parentes, amigos, vizinhos e a todos que te rodeiam e assim você estará cumprindo o teu propósito, sendo um cristão verdadeiro, um pequeno cristo que tem a característica de Jesus em sua vida. E como já dissemos, estará sendo um amigo verdadeiro do salvador do mundo, do Deus que se esvaziou e se entregou por amor a nós, para que Nele fossemos feitos filhos e filhas do Deus verdadeiro. Amém.