Seja renovado

image_pdfimage_print

Texto:Jo. 14: 7/9-Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão

os seus rebentos.8-Se envelhecer na terra a sua raiz, e o seu tronco morrer no pó,9-Ao cheiro das águas

brotará, e dará ramos como uma planta nova.Vale lembrar que na Bíblia por mais ou menos 170 vezes

o homem é comparado á uma árvore.

Início: Ao ler este texto, uma situação me chamou atenção “a árvore cortada”.  Jó estava sofrendo cortes na sua

vida, de uma hora para outra foi cortado os bens, filhos e sua saúde.

Primeiro ele afirmou “há esperança”, você está tendo cortes na sua vida? Não importa o corte ou o tamanho

dele, a Palavra de Deus diz, “há esperança”. Ao cheiro das águas, tudo muda, água esta que é símbolo do

Espírito Santo  e também significa a palavra de Deus.

Não precisamos abandonar a jornada que está proposta para nossas vidas. “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta à roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na Palavra do Senhor, e na Sua palavra medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha, e tudo quanto ele faz será bem sucedido”. (Salmos 1:1-3)

Voce sabia que um dos inimigos da árvore é o gafanhoto e que no mundo espiritual existem 4 tipos, o primeiro se chama Migrador, o segundo Devorador, o Cortador e o Destruidor, são figuramente 4 demônios que irão de forma conjunta tentar destruir uma vida,uma família,um ministério, um projeto, um sonho.

O primeiro chamado cortador vai cortar as folhas da árvore e assim ele corta a beleza da árvore no caso o seu sorriso que outrora já foi mais alegre, o brilho do seu olhar. O segundo é o migrador e a sua função é comer a casca dos galhos,e quando isso acontece ele tira a proteção dos galhos deixando a árvore vulnerável, sem revestimento. O terceiro é devorador que ataca os galhos,deixando somente o tronco, e quando isso acontece perdemos o equilíbrio o caminho, as possibilidades de voltar a dar frutos e daí voce pensa não vou mais pregar,não vou mais cantar,perdi os meios,os caminhos é sinal que o devorador já comeu os teus galhos de forma que voce se encontra só no tronco. O quarto e último é o destruidor que vai no interior do tronco, no caule sugando toda a seiva a clorofila, fazendo com que aquele tronco fique fraco e caia, deixando também como diz aqui em Jó a raiz envelhecida,porém a raiz está fraca mas não está morta, voce tem raiz e melhor, voce tem o cheiro da água, aliás a água está a tua disposição.

Conclusão: Por fim, entendo que sofremos pequenos e grandes cortes quase todos os dias, mas eles se devem ao processo o qual está sujeito a árvore (nós), gerando crescimento. Depois da experiência do corte, Jó cresce e diz: (Jó 42:5: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem)”. Amém

Autor: Paulo Cesar